Da série: Imagens que falam por mim

733766_10200448617634653_1329323092_n

Essa máquina tem história para contar. Não sou do tempo dela, mas ela faz parte do meu tempo. Era do meu pai, que percebeu meu gosto pela escrita e a me deu de presente.

Como não amar um presente assim? Ela é linda!

Ganhei há anos. No entanto, por falta de espaço em casa, tive de escondê-la bem no fundo do armário.
Mas hoje foi um daqueles dias em que acordamos com vontade de revirar as coisas, sabe? Então me lembrei desse ‘artigo de luxo’, e decidi colocá-lo na estante, para que me inspire, para que eu possa ver sempre.

E ainda, há um outro pequeno detalhe na foto, que também ganhei de presente. Minha família, que me conhece melhor que qualquer outra pessoa, sabe das minhas paixões, e o melhor: as alimentam.
Essa caneta tinteiro — linda — eu ganhei do meu irmão assim que passei no vestibular (tem, inclusive, meu nome gravado nela).

Tirei essa fotografia hoje pela manhã para deixar a imagem registrar um pouco do que nem eu mesma, com palavras, consigo descrever.

20130209-011028.jpg